sábado, 23 de agosto de 2014

Reciprocidade

Quando se vive um relacionamento, é quase que automático pensar em passar a vida toda com a pessoa, ou pelo menos encaixá-la em todos os teus planos num futuro próximo. E mesmo sabendo que nada é pra sempre, nunca estamos preparados para romper os laços, retirá-la de todos os planos, muito menos deletar a pessoa da nossa vida, sempre esperamos morrer ao lado da pessoa que amamos, que jamais tenha fim. Acontece que nem sempre esse sentimento é recíproco, nem sempre a pessoa te inclui nos planos futuros, nem deseja viver uma vida inteira com a pessoa com quem atualmente está em um relacionamento. E é ai que está toda a dor, toda a decepção, todo o sofrimento. Você planeja uma vida com a pessoa, enquanto ela planeja a vida dela com outra, como se você apenas tapasse o buraco enquanto a outra pessoa esperada não chega. É como se o teu chão caísse diante dos teus pés quando se descobre isso. Como se todo o relacionamento que viveu até agora fosse uma mentira. E realmente foi. Pois, na verdade, todas as vezes que a pessoa disse "eu te amo" ela estava mentindo, te iludindo, porque ela nunca teve a intenção de passar os momentos bons que passou com você ao teu lado, e sim com a outra pessoa. Ela sempre te comparou, sempre esteve contigo pensando em outra. Enquanto você esteve ai, totalmente bobo, completamente idiota, planejando viagens, preparando surpresas boas, enfim, pensando em todas as coisas boas que você tem vontade de viver com ela, de fazer pra ela, a pessoa sempre esteve pensando em viver e fazer tudo isso com outra pessoa. Enquanto você ouvia músicas pensando nela, ela só lembrava de outra. Enquanto você escrevia uma carta pra ela, ela estava escrevendo uma carta, lotada de sentimentos lindos, inclusive amor, para aquela outra pessoa. A verdade é e sempre foi essa: você nunca esteve nos planos, nos pensamentos, muito menos no coração dela. Em momento algum ela foi sua, mas você foi sempre dela.


Carolina Muniz Brolese