terça-feira, 21 de agosto de 2012

Entrelinhas



Tumblr_m9308parpx1retbllo1_500_large
É imensa a vontade que eu tenho de encontrar alguém para chamar de "meu amor", de colocar um "s2" no fim das conversas. Tenho um desejo enorme de amar e não precisar ter medo de assumir. Quero um dia poder gritar para o mundo que estamos juntos, que nos amamos e que enfrentaremos tudo por esse sentimento. Quero um dia poder cantar aquela canção de amor, mesmo desafinando, que falará por mim. Quero poder ser sua companheira, sua cúmplice. Quero cuidar dele. Quero gastar todo o meu tempo com ele, ouvindo sua voz, olhando em seus olhos, admirando seu sorriso. E mesmo se um dia acabar, só quero que tenha valido a pena e que nos faça sentir saudades.
E se eu demorar para encontrar? Não me importo... Só quero conseguir encontrar.

Carolina Muniz Brolese

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Lacunas


Artlimited_img387659_large

Ando com tanto medo de me envolver, de me apegar. Mas o meu medo não é mais a dor, mas sim o vazio que fica quando tudo acaba. Com a dor eu aprendi a lidar, mas o vazio não, o vazio é devastador. Estou cansada de me sentir como se tivesse sido abandonada, como se o espaço que fica quando alguém se vai nunca mais fosse se preencher. Sempre levam tudo e pra mim resta o nada. Levam parte de mim, levam meus sentimentos, minhas lembranças, parte de minha alegria e me deixam aqui, sozinha. Eu não consigo lidar com vazios, não fui configurada pra isso. Também não consigo lidar com metades, com "mais ou menos". Eu gosto do inteiro, do completo... Do que me faz completa.

Carolina Muniz Brolese