terça-feira, 15 de março de 2011

Cicatrizes de um sonho

Tumblr_li2suatr421qcb0fbo1_500_large
A vida toda acreditei que logo acharia alguém pra amar e me amar. Alguém que valesse à pena e me provasse que realmente os homens não são todos iguais. Alguém que mudasse, pra melhor, meu modo de ver o mundo. Alguém que me fizesse manter o brilho no olhar dia após dia e que me fizesse me sentir especial. E eu quis tanto continuar acreditando em tudo isso, que acabei me entregando fácil demais, e como sempre, acabei me machucando. E agora, de tanto que quis acreditar, de tanto que me machuquei tentando provar pra mim mesma que tudo que sempre sonhei um dia seria real, acabei desacreditando em tudo isso, e a decepção está presente no meu dia-a-dia. Acabei me afundando em meus próprios sonhos, em minhas próprias necessidades. E agora, quem poderá me salvar? Não, não é o Chapolin Colorado, mas sim eu mesma. Tenho que trazer o sonho pra realidade, mas não me entregar a qualquer um e muito menos deixar meu coração ser dominado por qualquer alguém que me der um pouco mais de atenção. Só eu mesma posso me salvar desse sonho que se tornou um grande pesadelo de dores e decepções. E sabe aquele sorriso que trago todos os dias? É só pra tirar a atenção dos meus olhos, que gritam pelo meu socorro. Meu sorriso esconde tantas dores, que alguém jamais conhecerá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário